Espaço onde se abordam relevantes questões relacionadas com o desporto em geral.
Quinta-feira, 13 DE Fevereiro 2014
"Jorge Jesus foi condenado ao pagamento de indemnizações e doações, na sequência dos incidentes que protagonizou após o desafio entre Benfica e Vitória de Guimarães, para a Primeira Liga, de acordo com a Procuradoria Geral do Porto.

O treinador dos encarnados admitiu os crimes de coacção e resistência à autoridade, mas não irá cumprir pena de prisão. No sentido de suspender o processo, Jesus aceitou, então indemnizar o agente da autoridade que agrediu, assim como Estado e fazer uma doação avultada a uma instituição de caridade. 

Desta forma, Jesus terá de pagar, num prazo máximo de oito meses, 25 mil euros a duas instituição de solidariedade, assim como 500 euros ao polícia que se viu envolvido nos incidentes e 75 euros ao Estado português.

Em comunicado, a Procuradoria Geral do Porto revela que "o Ministério Público considerou que os elementos de prova recolhidos no inquérito indiciavam a prática, por este, de um crime de resistência e coacção a funcionário, previsto e punível pelo artigo 347º nº1 do Código Penal".

"Ponderados todos os elementos relevantes", portanto, o Ministério Público "concluiu que estavam reunidos os requisitos para que o processo fosse suspenso provisoriamente. Como esta medida processual depende da concordância do arguido, foi o referido treinador confrontado com ela, nos termos delineados pelo Ministério Público quanto a prazo e injunções, aceitando-a. Nesta conformidade, obtida também a necessária concordância judicial, foi o processo de inquérito, quanto ao referido treinador principal, suspenso pelo prazo de oito meses, prazo durante o qual deverá dar cumprimento às seguintes injunções: Entrega de satisfação pecuniária ao lesado, agente da PSP, no valor de €500; pagamento de €25 000 a duas instituições de solidariedade social identificadas - €12 500 a cada uma delas -, uma com actuação na área da saúde, outra na área do apoio à criança", pode ler-se na referida referida nota.

Recorde-se, a este propósito, que Jorge Jesus já tinha sido condenado no âmbito da justiça desportiva. O Conselho de Disciplina da Federação suspendeu o técnico por um mês."
 
Em: Bola Branca - Rádio Renascença 
 
 
publicado por Pedro Miguel Branco às 01:38
Fevereiro 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
14
15
16
19
20
22
23
24
26
27
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
blogs SAPO