Espaço onde se abordam relevantes questões relacionadas com o desporto em geral.
Sexta-feira, 29 DE Setembro 2006
A providência cautelar apresentada pelo Nacional para impugnar as eleições na Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP), foi considerada "totalmente improcedente" pelo Tribunal Cível do Porto. A decisão foi hoje comunicada às partes e confirmada à Agência Lusa pelo ainda presidente do organismo que rege as competições profissionais de futebol, Valentim Loureiro. Uma fonte contactada pela Lusa acrescentou que, com esta decisão da 7ª vara do Tribunal Cível do Porto, os novos órgãos dirigentes da LPFP, liderados por Hermínio Loureiro, podem tomar posse a qualquer momento.

In jornal "Record".
publicado por Pedro Miguel Branco às 21:08
Setembro 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
30
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
blogs SAPO