Espaço onde se abordam relevantes questões relacionadas com o desporto em geral.
Segunda-feira, 21 DE Dezembro 2015

"Jornal Le Monde revelou correspondência electrónica comprometedora para Nick Davies, braço direito do presidente da Associação Internacional das Federações de Atletismo, Sebastien Coe.

 

O diário francês Le Monde publicou, esta segunda-feira, um email que demonstra que Nick Davies, atual braço direito do presidente da Associação Internacional das Federações de Atletismo (IAAF), conhecia os casos de dopagem russos e tentou ocultá-los.

O email foi enviado pouco menos de um mês antes do início dos Mundiais de atletismo de Moscovo (2013) a Papa Massata Diack, filho do ex-presidente da IAAF, Lamine Diack, que nessa época trabalhava como consultor de marketing da entidade.

"Penso que esses casos deviam ter sido revelados há mais tempo e que agora devemos ser inteligentes. Obviamente, esses atletas não devem fazer parte da seleção da Rússia. (...) Se os culpados não participarem na competição, podemos esperar que o campeonato termine para anunciá-los", escreveu Davies.

O antigo porta-voz da IAAF propôs como alternativa revelar "um ou dois casos", mas juntá-los aos de outros países.

O objetivo, segundo o Le Monde, era minimizar as revelações e alegar que uma das razões pelas quais tantos atletas russos tinham dado positivo era o elevado número de controlos realizados.

Davies também revelou a Massata Diack a sua intenção de iniciar "oficiosamente" uma campanha de relações públicas para garantir que se evitariam escândalos mediáticos internacionais ligados aos Mundiais de Moscovo, principalmente na imprensa britânica, autora dos piores artigos.

 

Em: O Jogo.

 

 

publicado por Pedro Miguel Branco às 19:52
Dezembro 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
blogs SAPO