Espaço onde se abordam relevantes questões relacionadas com o desporto em geral.
Segunda-feira, 04 DE Setembro 2017

 

Pedro Miguel Branco lembra que a FIFA é muito exigente na inscrição de jogadores fora de prazo, o que pode levar o médio a ficar parado até Janeiro.

 

O Leicester pediu, em cima do encerramento do mercado de transferências de Verão, a 31 de Agosto, horas extra para negociar com o Sporting e o jogador. O negócio concretizou-se, mas já fora de horas, pelo que o caso seguiu para a FIFA.

O Sporting não inscreveu o médio na Liga dos Campeões e, apesar de a transferência ainda depender da aprovação da FIFA, Adrien já não volta a Alvalade. Só falta saber se poderá alinhar já pelo Leicester, caso a FIFA valide a transferência. Ou se só poderá começar a jogar pelo clube inglês em Janeiro, caso a FIFA não valide.

 

Pedro Miguel Branco explica, em declarações a Bola Branca, que a FIFA "só validará a transferência se o Leicester argumentar e fundamentar um problema técnico" ocorrido no envio da inscrição do jogador em cima da hora limite do fecho do mercado e não "uma questão de negociações".

"A FIFA é muito exigente" neste tipo de processos, recorda o jurista, destacando que o organismo que tutela o futebol mundial não costuma condescender aos pedidos dos clubes.

 

Perante este quadro, Adrien pode ficar afastado dos relvados se a FIFA não atender ao pedido do Leicester. Pedro Miguel Branco sublinha que, se "não existir uma cláusula de retorno", o médio só poderá jogar a partir de 1 de Janeiro, acrescentando que os vencimentos do internacional português "serão da responsabilidade" do clube comprador. 

 

 

Bola Branca - Rádio Renascença

 

Adrien.jpg

 

 

publicado por Pedro Miguel Branco às 21:46
Setembro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
blogs SAPO